Cícero Dias | um percurso poético

2017 - em andamento

Cícero Dias: um percurso poético, sob a curadoria de Denise Mattar, irá apresentar 125 obras do artista em três grandes cidades brasileiras, Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro durante o ano de 2017. A primeira exposição acontece em Brasília. O recorte cuidadoso dá conta de uma trajetória longeva assentada na experimentação e na absorção de diversas tendências artísticas do século XX. Cícero viveu a maior parte de sua vida na Europa e em contato íntimo com alguns dos nomes mais importantes da história da arte mundial.

 

O que vivia dentro de mim era o sonho.

Contradições que a natureza criava: o invisível e o visível.

As raízes da infância, profundas mesmo, inseparáveis de mim.

Vivia de costas para o realismo.

Ao encontro da poesia.

Cícero Dias

 

Em 1938, o pintor pernambucano Cícero Dias foi definido como um “selvagem esplendidamente civilizado” pelo então crítico de arte francês André Salmon, que parafraseava um poema de Verlaine para Rimbaud. A definição, realizada após a primeira mostra do artista em Paris, serviu perfeitamente para descrever sua trajetória nas artes, agora retratada pela exposição Cícero Dias - Um percurso poético.

A itinerância apresenta ao público obras de um dos mais importantes artistas brasileiros do século XX, cuja trajetória é reconhecida internacionalmente, contextualizando sua história e evidenciando sua relação com poetas e intelectuais brasileiros e sua participação no circuito de arte europeu. A exposição traz um panorama de toda produção do artista, dividida em três grandes núcleos que delineiam seu percurso poético. São eles: Brasil, Europa e Monsieur Dias – Uma vida em Paris - cada um deles, por sua vez, dividido em novos segmentos, cuja leitura não deve ser realizada de modo estanque, mas entrecruzada e simultaneamente.

Além das obras propriamente ditas, a exposição trará ainda fac-símiles de cartas, textos e fotos de Manuel Bandeira, Gilberto Freyre, Murilo Mendes, José Lins do Rego, Mário Pedrosa, Pierre Restany, Paul Éluard, Roland Penrose, Pablo Picasso, Alexander Calder, entre outros. 

“Na sua longa e prolífica carreira, Cícero Dias manteve, como poucos, a fidelidade a si próprio. Sempre foi inteiramente livre, ousando fazer o que lhe dava vontade, sem medo das críticas”, afirma a curadora Denise Mattar.

A Base7 junto com a Companhia das Licenças têm o prazer de organizar essa exposição do artista que, em que pese sua fundamental importância no panorama da arte brasileira, é pouco visto em nosso país. Agradecemos o Centro Cultural Banco do Brasil e toda sua equipe que, por meio da Lei Rouanet, patrocina e abriga a exposição. Agradecemos também o apoio do Banco Votorantim para as exposições que acontecerão no Rio de Janeiro e São Paulo.

Agradecemos todos os colecionadores particulares e todas as instituições públicas que além de emprestarem suas obras se empenham incessantemente para conservá-las e permitir que elas continuem existindo e acessíveis ao público. Agradecemos às equipes envolvidas no trabalho, desde a concepção da exposição até a impressão de seu catálogo. Agradecemos à Denise Mattar pelo recorte preciso e pela generosidade com o público. Agradecemos a valiosa consultoria de Waldir Simões de Assis Filho, que nos permitiu reunir grande parte das obras da exposição. E agradecemos especialmente à Sylvia Dias Dautresme, filha do artista, que com muita generosidade abriu caminhos para que a obra de seu pai continue sendo vista e reinterpretada. 

SERVIÇO

Exposição Cícero Dias - Um percurso poético
08 de fevereiro a 03 de abril de 2017

Centro Cultural Banco do Brasil | CCBB Brasília

SCES Trecho 2 - Lote 22 - Asa Sul - Brasília
Horário de visitação: de quarta-feira a segunda-feira, das 9h às 21h
Entrada franca

(61) 3108-7600 | ccbbdf@bb.com.br | bb.com.br/cultur 

O CCBB disponibiliza ônibus gratuito, identificado com a marca do Centro Cultural. O transporte funciona de quarta a seunda-feira. Consulte todos os locais e horários no site e Facebook. O CCBB também oferece transporte gratuito para escolas públicas, ONGs e instituições assistenciais do DF e entorno mediante agendamento pelo número: (61) 3108-7623 ou 3108-7624.